Chimbinha admite traição, chora e diz que "gurus" influenciam Joelma ~ Movimento Regional
Seja bem vindo(a)!

domingo, 11 de outubro de 2015

     Após silêncio absoluto, Chimbinha admitiu, durante entrevista em rede nacional na noite deste domingo (11), que traiu a ex-mulher, Joelma, líder da banda Calypso. O guitarrista se emocionou, pediu perdão a Joelma e aos fãs e afirmou que "gurus" têm influenciado a vida da ex-mulher.
"Sim, [a traição] realmente aconteceu, eu fiz. Isso aconteceu em outubro do ano passado, quando ela pegou uma mensagem no meu celular. Peço perdão a ela e aos meus filhos, ao meu público, aos meus fãs", disse o cantor, em entrevista ao "Fantástico", da TV Globo.
O músico disse que o excesso de trabalho também desgastou a relação. "A gente não conversava mais sobre nós dois, sobre o nosso casamento. Ela me pediu o divórcio em maio, de forma amigável, estava tudo certinho", contou. " Eu não sei se a amo ainda, o que ela tem feito está me machucado muito", completou.
Joelma Calypso
O guitarrista se queixou sobre a interferência de "gurus" na vida do casal. "Essas pessoas têm uma influência muito grande em cima da vida dela", ressaltou. "Eu comecei a receber ameaças pelo celular, fiz um boletim de ocorrência na polícia e descobriu-se que um dos números pertencia a 'guru' da Joelma", alertou.
Ainda durante a entrevista, Chimbinha acusou Joelma de tentar destruir a imagem dele e avisou que "a banda Calyspo não pode acabar, se não for com ela, será com outra pessoa". "A Calypso não pode acabar porque é um sonho de muitos anos, um sonho que deu certo e que continuará dando certo", avaliou.
Com voz embargada e lágrimas nos olhos, Chimbinha se emocionou ao lembrar que foi impedido por Joelma de ver até mesmo o filho. "Pode fazer tudo comigo, mas não de impedir de ver o meu filho", disse.
O anúncio oficial do fim do casamento de 18 anos de Joelma e Chimbinha foi feito em 19 de agosto deste ano. Na ocasião, os dois afirmaram por meio de um comunicado "que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria" permaneceriam recíprocos. Não foi o que aconteceu.
Durante a apresentação de um show, Joelma sugeriu que foi traída por Chimbinha e apontou o dedo para o ex-marido ao cantar parte do refrão da música "A Lua Me Traiu". 
No dia 11 de setembro, a Justiça do Pará proibiu Chimbinha de ficar a menos de cem metros de Joelma com base na Lei Maria da Penha. Porém, o advogado do músico conseguiu derrubar a liminar uma semana depois, no dia 18, o que viabilizou a volta guitarrista para a banda. O ex-marido de Joelma, contudo, não apareceu em dois shows da banda que aconteceram em Palmas (TO) e Sítio Novo (MA).
Chimbinha retornou aos palcos no dia 4 de outubro, mas teve de deixar o palco 20 minutos depois que Joelma demonstrou o desconforto com a presença do ex-marido. Insatisfeito com a performance da cantora, o público vaiou e jogou objetos no guitarrista, que acabou tocando por poucos minutos e abandonando a apresentação.
Horas depois do episódio, o guitarrista divulgou um comunicado em que dizia não querer ter mais atritos profissionais com a ex-mulher. Para justificar sua postura, Joelma disse que teve "medo e receio" de dividir o palco com o ex-marido.




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Seguir por E-mail

Siga-nos

Previsão do Tempo

Seu Recado

Total de visualizações