Homicídio em Urucânia ~ Movimento Regional
Seja bem vindo(a)!

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Em 21/05, por volta das 3 horas da madrugada, a PM de Urucânia foi informada que havia um corpo caído ao solo na Praça Beatriz Monteiro de Carvalho, próximo a um supermercado. No local depararam com Ricardo Pereira Macedo, 31 anos caído ao solo em decúbito dorsal, sem sinais vitais e com uma grande mancha de sangue no tórax. Foi isolado o local e acionada a perícia técnica, tendo comparecido o perito Rafael Locatelli Salgado, que após os trabalhos de praxe, constatou uma perfuração no peito, provocada por instrumento corte perfurante (faca) e uma escoriação na cabeça, possivelmente causada pela queda.
O corpo de Ricardo foi liberado, sendo a família orientada a fazer o sepultamento em cova rasa, para futuras perícias.
A motocicleta Honda CG 125, placa HFJ -8576, licenciada em Urucânia, pertencente a Ricardo ficou estacionada à Avenida Ari Soares Martins, em frente a um bar, local onde o mesmo tinha o costume de freqüentar. A moto estava com a chave na ignição e uma sacola contendo uma prancha usada para alisar cabelos.
Segundo informações Ricardo e amigos ficaram em um bar até aproximadamente às 22 horas e 15 minutos e, que dali cada um foi para sua residência. O proprietário do bar, confirmou que eles fizeram uso de bebidas, relatando ainda que fechou o bar neste mesmo horário e os três indivíduos ficaram conversando na via publica.
Durante rastreamento a PM recebeu informação que viram três pessoas brigando na via pública entre eles Ricardo. Localizaram um indivíduo suspeito, que relatou, que os três envolveram em uma briga, próximo ao bar e que vieram brigando até a Praça Beatriz Monteiro de Carvalho, onde ocorreu o homicídio, e onde havia escondido uma faca no jardim atrás de um banco, pegando-o e em seguida desferiu um golpe contra Ricardo.
Foi apreendida juntamente com o suspeito, uma camisa de manga curta e uma bermuda, vestuário que possivelmente ele estaria utilizando no momento da ação delituosa, além de um celular e um chip de telefonia móvel.
A faca utilizada no crime não foi localizada, pois segundo o suspeito, ele extraviou tal objeto em um córrego.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Seguir por E-mail

Siga-nos

Previsão do Tempo

Seu Recado

Total de visualizações