Em Urucânia homem é morto com 7 disparos de arma de fogo ~ Movimento Regional
Seja bem vindo(a)!

terça-feira, 12 de maio de 2015

Em 10/05, a equipe policial militar de Urucânia, juntamente com comunicado pelo Pelotão de Jequeri, que havia ocorrido um homicídio, no Bairro Novo Milenium. Os policiais compareceram no local onde encontraram Cristiano José Lopes, 31 anos, caído ao solo, em decúbito ventral e sem os sinais vitais.

O perito Gustavo Ferreira Nascimento constatou durante os trabalhos periciais (07) sete perfurações proveniente de arma de fogo, sendo (01) uma na testa; (01) uma próximo a orelha lado direito; (01) uma no peito lado direito; (01) uma nas costa lado direito; (01) parte posterior da coxa lado direito; (02) duas perfuração na nuca, apresentando também escoriações no joelho direito. Também foi localizado (01) um fragmento de projétil à aproximadamente 05 (cinco) metros da vítima.

A Polícia Militar recebeu denúncia anônima informando que o autor do Homicídio seria o indivíduo conhecido pela alcunha de “Gigante” e, que esse estaria em uma residência próxima ao local dos fatos.

No local onde ele estaria homiziado, em contato com a proprietária do imóvel e testemunhas, esses confirmaram que Gigante teria saído do quarto com uma camiseta suja de sangue e lavado a camiseta em uma pia, lavando também um tênis que se encontrava com manchas de sangue, usando para isso uma esponja.

Encontrado o possível autor, este se identificou pelo nome Tony Lenon Silva Teodoro, relatando que seus documentos pessoais encontravam-se em sua residência na cidade de Contagem, e negando a autoria do fato, relatando ainda que havia chegado em casa por volta de 00:00, porém a testemunha arrolada afirma que o autor chegou em casa as 04:08 hrs.

Momentos depois foi descoberto que o autor teria repassado o nome de seu irmão para a equipe policial, sendo que ele, Dioleno Silvio Teodoro, possuía em seu desfavor um mandado de prisão.

O tênis que Dioleno usava havia manchas de sangue, sendo tal pertence apreendido juntamente com a referida camiseta. Ainda com Dioleno foram apreendido dois recibos de academia, uma carteira de couro contendo R$ 576,75( quinhentos e setenta e seis reais e setenta e cinco centavos ) em moeda corrente, uma corrente, dois brincos prateados e um chaveiro contendo três chaves.

Segundo o BO, Dioleno apresentava uma pequena escoriação no joelho direito, sendo que próximo a escoriação havia mancha de barro parecida com o barro que havia no local do crime.

A PM ressalta no BO que Dioleno, autor e Cristiano, vítima, foram avistados pela equipe policial momentos antes o cometimento do crime. A motivação seria uma dívida entre a vítima e o autor pela aquisição de entorpecentes.

Dioleno recebeu voz de prisão em flagrante e, logo em seguida ao Hospital Arnaldo Gavaza onde recebeu atendimento médico e por fim a delegacia de Polícia Civil de Ponte Nova.

A arma utilizada no crime não foi localizada.


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Seguir por E-mail

Siga-nos

Previsão do Tempo

Seu Recado

Total de visualizações